IPCA
0.01 Jun.2019
Topo
Blog Porta 23

Blog Porta 23

DMA propõe usar Blockchain para combater fraudes em anúncios digitais

Cristina De Luca

2013-06-20T17:20:02

13/06/2017 20h02

A Data & Marketing Association (DMA) estabeleceu uma parceria com a MetaX para usar sua tecnologia baseada em Blockchain no combate à fraude publicitária na Internet e trazer maios transparência a cada processo da cadeia de anúncios digitais.

Anunciada nesta terça-feira, 13 de junho, a aliança, usará o adChain Registry, construído pela MetaX com base no Blockchain Ethereum, desenvolvido por um canadense chamado Vitalik Buterin e que, por enquanto, vinha sendo muito usado para construir contratos inteligentes.

A ideia da Metax é fazer com que a plataforma Ethereum forneça um método criptografado e seguro para executar transações de publicidade digital, estabelecendo confiança, responsabilidade e transparência.

Tom Benton, CEO da DMA, acredita que a adChain Registry e o Blockchain Ethereum têm muito a oferecer para a propaganda programática. O objetivo é assegurar que os gastos com publicidade atingirão inventários de qualidade em sites de editores qualificados.

Trocando em miúdos, os anunciantes passarão a ter certeza de que estão comprando inventário de sites livre de fraude,  já que AdChain Registry serve como whitelist universalmente descentralizada para domínios de editorias não fraudulentos, e ainda a ter acesso a auditoria das campanhas através do rastreamento das impressões em um ambiente criptografado, seguro.

Já os publishers poderão ter plena propriedade de seu domínio, bloqueando a capacidade de maus fornecedores fraudarem a sua identidade na cadeia de publicidade digital.

Você ainda vai ouvir falar muito do sobre a MetaX e o adChain Registry. Nos Estados Unidos, a empresa já começou a conversar com membros do ecossistema de publicidade digital.

As fraudes na propaganda online afetam anunciantes e editores. As estimativas são de que as perdas financeiras cheguem a 16,4 bilhões de dólares este ano, segundo Benton,  citando dados do WPP. Já de acordo com projeções da Federação Mundial de Anunciantes (WFA), as fraude custarão às marcas entre 50 bilhões e 150 bilhões de dólares em 2025.

 

Sobre a autora

Cristina De Luca é jornalista especializada em ambiente de produção multiplataforma. É diretora da ION 89, startup de mídia com foco em transformação digital e disrupção. Foi diretora da área de conteúdo do portal Terra; editora-executiva da área de conteúdo da Globo.com; e editora-executiva da unidade de Novos Meios da Infoglobo, responsável pela criação e implantação do Globo Online. Foi colunista de tecnologia da Rádio CBN e editor-at-large das publicações do grupo IDG no Brasil. Master em Marketing pela PUC do Rio de Janeiro, é ganhadora do Prêmio Comunique-se em 2005, 2010 e 2014 na categoria Jornalista de Tecnologia.

Sobre o blog

Este blog, cujo nome faz referência à porta do protocolo Telnet, que é o protocolo de comunicação por texto sem criptografia, traz as informações mais relevantes sobre a economia digital.