Topo
Blog Porta 23

Blog Porta 23

Quer aumentar o engajamento? Promova vídeos e domine o Instagram

Cristina De Luca

05/12/2018 23h30

Palavra da SocialBakers, que acaba de divulgar suas previsões para a mídia social em 2019, baseadas em mais de 10 bilhões de conteúdos de mídia social gerados por mais de 17 milhões de perfis.

Segundo o relatório, com 2,6 bilhões de usuários ativos mensais, as propriedades do Facebook ainda respondem pelo maior engajamento das marcas com seus consumidores. Mas o Instagram já supera o app do Facebook.

"O Instagram está se tornando a principal plataforma de mídia social quando se trata de engajamento de marcas", observa Yuval Ben-Itzhak, CEO da Socialbakers, no novo relatório.

"Quando olhamos para o engajamento em um nível absoluto, o Instagram tem muito mais engajamento por marcas do que o Facebook, apesar de ter um público significativamente menor", segundo Ben-Itzhak. "Como resultado, vemos as empresas utilizando o Instagram para anunciar, mais do que nunca".

Ao comparar a distribuição de gastos com anúncios pela plataforma de mídia social de 2017 a 2018 entre os dois principais serviços de propriedade do Facebook, os anúncios do Instagram aumentaram em 2018, enquanto a porcentagem de gastos gerais com anúncios no Facebook diminuiu.

Promoção de vídeo
Embora as fotos continuem sendo o tipo de conteúdo mais fortemente promovido, a promoção de vídeos disparou em 2018 e convergiu com fotos em setembro, indicando que a popularidade desse tipo de mídia está em ascensão.

Não surpreendentemente, a maior parte dessas promoções foi dividida entre o Facebook e o Instagram.

A indústria do influenciador e minimizando a fraude
O marketing de influenciadores está projetado para se tornar um mercado de US $ 10 bilhões até 2020 . Tornou-se uma importante ferramenta de marketing para muitas marcas em todo o mundo. Com tanto dinheiro na mesa, não é surpresa encontrar fraudes. A Socialbakers conseguiu identificar três tipos de atividade fraudulenta no marketing de influenciadores: seguidores falsos, engajamento falso e interesses falsos.

A pesquisa mostrou que as marcas podem minimizar o risco de trabalhar com influenciadores fraudulentos observando dois pontos-chave: o desempenho do influenciador ao longo de um período prolongado e seu nível de envolvimento por mil fãs. Além disso, o benchmarking do desempenho de alguns influenciadores ao longo do tempo pode ajudar a identificar anomalias resultantes de fraudes.

Mobile continua a ser uma tendência importante
De acordo com Kleiner Perkins , um usuário médio gasta mais de três horas por dia consumindo mídia digital em dispositivos móveis – um crescimento de quase quatro vezes nos últimos cinco anos.

Sobre a autora

Cristina De Luca é jornalista especializada em ambiente de produção multiplataforma. Hoje trabalha como colunista de tecnologia da Rádio CBN e editor-at-large das publicações do grupo IDG no Brasil. Foi diretora da área de conteúdo do portal Terra; editora-executiva da área de conteúdo da Globo.com; e editora-executiva da unidade de Novos Meios da Infoglobo, responsável pela criação e implantação do Globo Online. Master em Marketing pela PUC do Rio de Janeiro, é ganhadora do Prêmio Comunique-se em 2005, 2010 e 2014 na categoria Jornalista de Tecnologia.

Sobre o blog

Este blog, cujo nome faz referência à porta do protocolo Telnet, que é o protocolo de comunicação por texto sem criptografia, traz as informações mais relevantes sobre a economia digital.